Carl Blechen

The Interior of the Palm House on the Pfaueninsel Near Potsdam – 1834

Descrição do produto

REPRODUÇÃO DE OBRA DE ARTE 

  • MOVIMENTO:
  • Arista da obra: Carl Blechen (alemão)

 

ARTE DIGITAL (simula técnica utilizada na arte tradicional / obra de arte multimídia)

    • Reprodução em alta definição com tinta pigmentada
    • Impressão em altíssima qualidade em tecido canvas traduz a mesma aparência de uma tela de pintura com aspecto artístico.
    • Canvas (80% algodão + 20 % poliéster): tecido “flexível”, de aparência rústica.
    • Podem ser tencionados (esticados) em chassi de madeira, estrutura leve e prática: é pendurar na parede (adquira opção tela pronta para pendurar).
    • Podem receber moldura (adquira a opção tecido enrolado e procure seu moldureiro para escolher uma moldura que a valorize).

 

 

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

DETALHES DA OBRA ORIGINAL:

Título da obra: The Interior of the Palm House on the Pfaueninsel Near Potsdam

Arista da obra: Carl Blechen (alemão)

Ano da obra: 1834

Técnica original da obra: Óleo sobre tela

Dimensões originais da obra: 135 × 126 cm

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

HISTÓRIA E CURIOSIDADES DA OBRA:  

Carl Blechen é considerado uma figura central na pintura alemã do século XIX; sua curta carreira marca a transição do romantismo para uma visão mais realista da natureza. Embora ele seja mais conhecido por cenas em que uma paisagem italiana cuidadosamente observada serviu de cenário para figuras misteriosas ou nostálgicas, The Palm House representa um desvio importante em seu trabalho. Em 1832, Blechen foi encomendado por Friedrich Wilhelm III da Prússia (r. 1797-1840) para pintar duas vistas de um edifício de prazer exótico construído recentemente perto de Potsdam. O arquiteto Karl Friedrich Schinkel projetou a Palm House para a coleção de palmeiras do rei. Situava-se na Pfaueninsel, ou Peacock Island, um retiro real predileto, pontilhado por construções extravagantes, como um minúsculo castelo e uma fazenda gótica. A pintura de Blechen é ao mesmo tempo um registro do prédio, com suas palmeiras exuberantes e fragmentos de um templo indiano, e uma evocação de um mundo de fantasia povoado por mulheres bonitas que intencionalmente brincam com a imaginação do espectador. Depois de completar duas pequenas pinturas requintadas para o rei, Blechen fez esta grande versão para exibição pública. A Palm House foi uma das declarações mais ambiciosas do artista, pois ele logo sucumbiu à melancolia e à loucura. (Museum of the Art Institute of Chicago)