Descrição do produto

  • Reprodução em alta definição com tinta pigmentada

 

  • Impressão em altíssima qualidade em tecido canvas traduz a mesma aparência de uma tela de pintura com aspecto artístico.

 

  • Tecido “flexível”, de aparência rústica, podem ser tencionados (esticados) em chassi de madeira ou receber moldura.

 

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

DETALHES DA OBRA:

Título da obra: Water Lilies (Lírios de água)

Arista da obra: Claude Monet (Francês)

Ano da obra: 1906

Técnica original da obra: óleo sobre tela

Dimensões originais da obra: 89,9 × 94,1 cm

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

HISTÓRIA E CURIOSIDADES DA OBRA:  

“Um instante, um aspecto da natureza contém tudo”, disse Claude Monet, referindo-se às suas obras tardias, as paisagens aquáticas que produziu em sua casa em Giverny entre 1897 e sua morte em 1926. Essas obras substituíram os variados temas contemporâneos que ele pintara da década de 1870 até a década de 1890 com um único motivo eterno – lírios de água. O ponto focal dessas pinturas era o adorado jardim de flores do artista, que apresentava um jardim aquático e um pequeno lago atravessado por uma passarela japonesa. Em sua primeira série de nenúfares (1897-99), Monet pintou o ambiente da lagoa, com suas plantas, pontes e árvores nitidamente divididas por um horizonte fixo. Com o tempo, o artista ficou cada vez menos preocupado com o espaço pictórico convencional. Até o momento ele pintou Water Lilies, que vem de seu terceiro grupo desses trabalhos, ele dispensou completamente a linha do horizonte. Nessa tela espacialmente ambígua, o artista olhou para baixo, concentrando-se apenas na superfície da lagoa, com seu aglomerado de vegetação flutuando em meio ao reflexo do céu e das árvores. Monet criou assim a imagem de uma superfície horizontal em uma vertical. (Museum of the Art Institute of Chicago)