Descrição do produto

REPRODUÇÃO DE OBRA DE ARTE 

  • MOVIMENTO:
  • Arista da obra: Jean-Baptiste-Camille Corot (francês)

 

 

ARTE DIGITAL (simula técnica utilizada na arte tradicional / obra de arte multimídia)

    • Reprodução em alta definição com tinta pigmentada
    • Impressão em altíssima qualidade em tecido canvas traduz a mesma aparência de uma tela de pintura com aspecto artístico.
    • Canvas (80% algodão + 20 % poliéster): tecido “flexível”, de aparência rústica.
    • Podem ser tencionados (esticados) em chassi de madeira, estrutura leve e prática: é pendurar na parede (adquira opção tela pronta para pendurar).
    • Podem receber moldura (adquira a opção tecido enrolado e procure seu moldureiro para escolher uma moldura que a valorize).

 

 

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

DETALHES DA OBRA ORIGINAL:

Título da obra: Interrupted Reading – (leitura interrompida)

Arista da obra: Jean-Baptiste-Camille Corot (francês)

Ano da obra: 1865–1875

Técnica original da obra: Óleo sobre tela montado a bordo

Dimensões originais da obra: 92,5 × 65,1 cm

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

HISTÓRIA E CURIOSIDADES DA OBRA:  

Interrupted Reading está entre as mais atraentes pinturas de figuras tardias de Camille Corot. Corot quase nunca exibiu esses estudos da forma humana, preferindo divulgar as paisagens idílicas que eram sua especialidade. Para enfatizar a natureza privada da Leitura Interrompida, Corot incluiu seu modelo dentro do ambiente de proteção do estúdio do artista. O clima da pintura é introspectivo e um pouco melancólico, a própria essência da sensibilidade romântica. A imagem museal de uma mulher lendo um livro era popular na arte do século XIX, mas Corot decidiu mostrar seu modelo pausando, olhando para cima dessa atividade. Tendo passado vários anos na Itália e sendo amante de tudo o que é italiano, o artista muitas vezes forneceu suas modelos com roupas italianas, como a usada aqui. Considerando que o assunto de Corot é tradicional, sua técnica não é. Com pinceladas diretas e ousadas, ele explorou a forma humana como uma construção de massas que se sustentam e se equilibram. Esse manuseio amplo é complementado pela delícia óbvia do artista em detalhes – a fita no cabelo do modelo, os brincos delicados, as dobras profundas na saia. Aqui ele combinou um profundo senso de estrutura formal com a suavidade e a intimidade sonhadora que caracterizam suas paisagens mais famosas. (Museum of the Art Institute of Chicago)