Pierre-Auguste Renoir

Duas irmãs (no terraço) – 1881

Descrição do produto

  • Reprodução em alta definição com tinta pigmentada

 

  • Impressão em altíssima qualidade em tecido canvas traduz a mesma aparência de uma tela de pintura com aspecto artístico.

 

  • Tecido “flexível”, de aparência rústica, podem ser tencionados (esticados) em chassi de madeira ou receber moldura.

 

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

DETALHES DA OBRA:

Título da obra: Two Sisters (On the Terrace) – Duas irmãs (no terraço)

Arista da obra: Pierre-Auguste Renoir  (Francês)

Ano da obra: 1881

Técnica original da obra: óleo sobre tela

Dimensões originais da obra: 100,4 × 80,9 cm

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

HISTÓRIA E CURIOSIDADES DA OBRA:  

“Ele ama tudo o que é alegre, brilhante e consolador na vida”, um entrevistador anônimo escreveu certa vez sobre Pierre-Auguste Renoir. Isso pode explicar porque duas irmãs (no terraço) é uma das pinturas mais populares do Art Institute. Aqui Renoir descreveu a radiância de adoráveis ​​mulheres jovens em um dia quente e bonito. A menina mais velha, usando o fl anel azul do velejador feminino, é colocada no centro do sugestivo cenário paisagístico de Chatou, uma cidade suburbana onde a artista passou grande parte da primavera de 1881. Ela olha distraidamente para além de sua companheira mais nova, que parece um charme visual encantador, para ter acabado de aparecer na foto. Tecnicamente, a pintura é um tour de force: Renoir justapôs figuras sólidas, quase em tamanho natural, contra uma paisagem que – como um cenário – parece um reino de pura visão e fantasia. A cesta de costura no primeiro plano à esquerda evoca uma paleta, segurando os pigmentos brilhantes e puros que o artista misturou, diluiu e alterou para criar o restante da pintura. Acrobatas no Cirque Fernando e outros, na sétima exposição impressionista, em 1882. (Museum of the Art Institute of Chicago)